Relato do leitor: Inversão

Uma leitora enviou relato sobre inversão. Eu nunca pratiquei, e tenho vontade. Quero também colocar o relato de um homem que curta a coisa. Se quer ver sua história aqui, mande a mensagem para cemmaisum@gmail.com. Por favor, nada de continhos eróticos. Faça uso de pontuação e espaçamento de parágrafo; fica mais fácil de ler. 

Só descobri que realmente não possuo nenhuma encanação nem repressão, sexualmente falando, com meu ex. Existem casais que se dão bem em tudo, mas na cama parecem a Sibéria, fria e sem graça. Nós éramos o oposto: nos dávamos mal em quase tudo, porém na cama estávamos na linha do Equador, quente até não agüentar, sem nenhuma proibição.

O sexo era normal no começo, mas a partir do momento em que confessei a ele que gostava muito de sexo anal, ao ponto de gozar mais rápido e mais intensamente fazendo isso, as coisas mudaram. Uma noite, após me comer de quatro até eu não agüentar mais, ele me mostrou seu brinquedinho particular e me pediu que fizesse com ele o que ele acabara de fazer comigo. Fiz. E me surpreendi ao sentir prazer vendo-o se contorcer enquanto era penetrado e chupado… Até então, pra mim um homem que gostasse disso era gay.

Nosso próximo passo foi comprar um brinquedinho um pouco maior. Sinto imenso prazer em ser controlada (submetida?) na cama. Gosto que me algemem, me amarrem, me comam de quatro, façam anal. Descobri que gosto também de estar no papel de quem submete: gostava muito de vendá-lo, algemá-lo e fazer inversão. Apesar de ser um tabu pra muitas mulheres, estar no controle da situação e ver o outro se contorcendo de prazer é muito, muito bom!

Nunca usamos strap on (aquilo que chamam de cintaralho), mas testamos outra coisa que foi bem legal e vende em qualquer sex shop: pênis de duas cabeças (não sei o nome daquilo). Esse brinquedinho serviu pra nós dois ao mesmo tempo: ambos sendo analmente penetrados e ele comendo minha buceta. Ainda não experimentei dupla penetração com dois homens, mas assim desse jeito que testei foi muito bom.

Nunca mais pratiquei inversão depois que terminamos e, nas poucas vezes em que arrisquei um fio terra o sujeito se ofendeu e começou a falar que isso é coisa de gay. Não acho que seja coisa de gay, é só mais uma forma de sentir prazer. Fisiologicamente, o homem sente prazer anal sim, só que a fisiologia não é socialmente aceita nem por homens e nem por mulheres. Continuo amiga desse ex e ele me disse que foi chamado de gay por mulheres com as quais quis fazer inversão e pelos amigos aos quais confessou gostar disso. O interessante é que de gay ele não tem nada e não sente nenhuma atração pelo mesmo sexo.

Esse breve relato é só pra dizer que não deveria haver tabus e proibições na hora do sexo. A única proibição aceitável, ao meu ver, é transar sem camisinha – isso sim devia ser proibido. As pessoas perdem muitas oportunidades de ter e dar mais prazer devido a convenções sociais hipócritas e ridículas. Uma pena.

Concordo totalmente com a leitora sobre essa quebra de paradigma. Eu não acho que você precise fazer tudo na cama. Se você não tem tesão em alguma coisa, ok, não faça. Mas os rótulos não ajudam em nada, absolutamente nada. No post anterior algumas pessoas disseram que é com o fio terra/inversão que o cara assume a homo/bissexualidade. Isso é bobagem. E, caso seu parceiro seja mesmo gay, você quer que ele continue com você por qual razão, mesmo? Prefere que ele se mantenha com você, vivendo de maneira infeliz, do que assumindo sua orientação sexual? 

Os apetrechos que a leitora se refere podem ser encontrados nos links abaixo. São links de sex shop, então cuidado ao abrir no trabalho!

Strap-on (a tal cinta, com infindáveis modelos, cores, materiais)

Strap-on com vibrador (amei isso!!! quero, quero, quero!)

Pênis de duas cabeças

Divirtam-se!

Compartilhar

72 pensamentos em “Relato do leitor: Inversão

  1. Adorei o "nada de continhos eróticos e assassinatos da língua portuguesa.". Pavor de português abaixo da linha da pobreza…

    Tb acho q só se deve fazer na cama o q tiver vontade, sem se forçar a nada, mas acho q muita gente deixa de experimentar muita coisa q tem vontade só por tabu mesmo.

  2. Se os dois querem, não vai ferir nem humilhar a nenhum dos dois. TUDO é válido entre quatro paredes.

    Esse negócio de ser bi/gay/hetero está MUITO além de meramente sentir prazer anal ou não.

    O dia em que as pessoas foderem do jeito que bem quiser sem ficar se preocupando com o que "os outros" vão achar seríamos todos mais felizes

  3. Como as pessoas confundem as coisas.
    Primeiramente, ser confundido com gay não deveria ser ofensa. É o mesmo que vir alguém e me chamar de negro (sendo que sou branco).
    Segundo, gay é aquele que sente atração por pessoas do mesmo sexo. PONTO. O cara que sente prazer no ânus e atração por mulheres não tem nada de gay.

  4. Olá,
    Descobri seu blog na página do IG e estou encantada.Em 3 dias li todas as postagens, do início até o hoje.
    É engraçado como me vejo em muitas situações q vc viveu. Ao mesmo tempo é bom saber q não sou a única vítima de pessoas e situações inusitadas. Confesso q fiquei aliviada…rs.
    Não tenho nada contra sexo casual e até ja fiz algumas vezes mas sempre por carência.Há muito tempo estou na fase do "querer casar" e confesso q já estou cansada dessa busca incansável.
    É uma pena q vc tenha parado de contar seus encontros casuais, pois além de divertidos, deixavam dicas e lições.É uma pena tb q a sociedade seja tão preconceituosa, mas aprendi q devemos fazer o q temos vontade independente das opiniões alheias, desde q,é claro, não machuquemos ninguém.
    Vou continuar acessando seu blog e torcendo para q vc volte a contar "suas historinhas".
    Boa sorte.

  5. Lendo tanto sobre a inversao to ficando com vontade de fazer… Lendo o depiimento da leitora so fiquei pensando na posicao pra rola uma dupla penetracao e ainda o cara comer ela… Heheh

  6. ok, podem me chamar de mirim, mas eu não consigo imaginar a cena que a leitora descreveu! O pênis de duas cabeças foi usado no ânus dela e do parceiro ao mesmo tempo? É isso? Tem horas que me sinto uma virgem nesse blog! hahaha!
    Quanto a fazer inversão, acho que cada um faz o que quer! O que dá prazer! Mas não sei se tenho vontade de fazer não. Fiquei tentando imaginar a cena e acho que não me sentiria confortável no papel mais ativo do sexo.

  7. Lê, inversão por exemplo eu não sabia que o nome era esse. Sabia o que era mas só fui sacar depois de ler o post acima. Tem alguns nomes dados a posições ou práticas que eu não consigo identificar.

    Bjos

  8. Definitivamente esta parada não é minha praia, curtindo ler, curtindo comentar,curtindo ver que as pessoas estão cada dia mais entrosadas no assunto sexo,casais se conhecendo de forma madura, mas o mais legal é a certeza de que é um lançe que não topo, nem tenho curiosidade, nem tesão, nem curto.Não censuro que gosta, nem quem faz…mas eu não gosto!! Gosto de ter certeza das coisas, ainda mais de algo que não fiz, mas afirmo que não ficaria confortável, nem sentiria tesão fazendo isto. :D

  9. Tive várias namoradas, que gostavam de enfiar o dedinho em mim. Acho muito gostoso, qdo uma mulher passa a mão na minha bunda. Afinal,bunda tb faz parte do corpo de um homem. Particularmente, não gostaria que uma mulher enfiasse um pinto de borracha em mim. Prefiro dedinhos, peitinhos arrepiados e umas lambidinhas. Jamais contaria o tesão que sinto, para amigos, pois acho que isso não interessa à ninguém. Hoje casado, minha esposa gosta de fazer uma massagem e depois coloca camisinha ( em 3 dedinhos ), passa Ky e enfia bem gostoso.
    Paulo
    casal-glorious@bol.com.br

  10. Definitivamente este assunto mto me interessa, mas é mto difícil encontrar homens q aceitem/assumam sem neuras. Ainda não consegui satisfazer este desejo, seria interessante achar alguém q curta isso. Essa troca de papéis deve ser um tesão. #quero muito

  11. reprimir tesão é burrice. na cama, se todos estiverem de acordo, vale tudo. já fiz algumas vezes, gostei em umas, em outras me machuquei. Tem q estar com muita vontade, e não fazer só pra agradar a parceira. Vale a pena tentar ….

  12. Em partes…

    1) pra quem já fez, sabe que é mto bom.
    2) se feito com uma mulher q curte, mto mto bom…
    3) qdo feito do jeito certo, a ereção é animal… Acreditem.
    4) não tem nada de gay nisso… Pq ela vai amar o tamanho dele nesse momento… E é aí que rola tudo…
    5) só quem já fez sabe o que quero dizer…

    Abraços.

  13. Putz Le, muito bom entrar nesse assunto, sempre foi um mistério pra mim e nunca conheci ninguém que tivesse feito pra falar disso com naturalidade como as coisas aparecem por aqui. Meu muito obrigada à leitora que mandou o relato e à você que me (nos) permite acesso a esse mundo maravilhoso do sexo =]
    Eu sinceramente não me sinto atraída pela brincadeira, nem de fio terra brinquei ainda, mas se um cara pedisse, eu não recusaria não, afinal, a gente só pode se posicionar sobre alguma coisa depois de experimentar, né?
    Pelo fim dos tabus! rs
    Beijo =]

  14. Oi Le, acredito que é valido dar o maximo de prazer para o seu parceiro e gostaria de pedir um texto sobre "guia"(talvez?) do assunto para as principiantes como eu, no fio terra no parceiro… ou de inversao, sao assuntos delicados. Li todos os seus textos e lembro de sitações suas falando sobre o fio terra… mas ainda é um tabu e poucos sabem a respeito e/ou como agir sobre.

    Paula, 26 anos, BH

  15. Achei legal esse post! Apesar de nunca ter feito "inversão", acredito que as pessoas devem quebrar esses tabus o mais rápido possíiiivel!
    Imaginem.. se a mulher acha que o cara é gay por gostar disso, e larga ele, ela abre portas pra possibilidade de ele virar gay, porque outro homem sabe do que ele gosta, e não vai ter vergonha de fazer!
    Bom, eu penso assim, rs' e não negaria a um cara me pedisse algo do tipo. MULHERES OS HOMENS TEM MAIS PRAZER QUE NÓS NESSA ÁREA, isso é fato!

  16. Acho que não deveria ter limites para o prazer… concordo que ninguém deve fazer algo que não gosta, que não tem vontade e que não tem tesão… mas olha, eu sou louca por orgasmos diferentes, adoro encontrar lugares diferentes no meu corpo para gozar, não só os tradicionais clitóris e ponto G, e se eu fosse um homem, não iria querer morrer sem experimentar um tipo de prazer (aliás, alguns chamam a próstata de ponto G masculino)…

  17. Leticia, seu blog é uma delicia de ler!! Parabéns garota!! E um grande foda-se pro rótulos e pros babacas que adoram um! Agora, minha gente, me contem como é possível essa proeza de dupla penetração e ele comer ela ao mesmo tempo?!Nao consigo imaginar…

  18. Letícia,
    Eu morro de vontade de fazer inversão. Sou mulher e gostaria muito de comer um homem, mas gostaria tb de comer uma mulher com essa cinta. Deve ser legal usar rs
    beijos e parabéns pelo blog!
    Kel

  19. galera, assistam menos youtube e mais redtube pra entender q muito mais coisa do q a gente imagina é possível…rs… Me senti pornográfica agora…rs…

  20. Não tenho preconceito, mas não sei se eu aceitaria! Se na hora H ele me pedisse algo do tipo acho q eu iria me fazer de desentendida rs
    Só vivendo o momento msm pra eu sabeer!!

    Tem pouco tempo q eu to acompanhando o blog e estou ADORANDO!
    Fico ansiosa esperando a próxima postagem..

    beeeijos!!!

    Karol N..

  21. Isso é tão ridículo. Uma comparação muito barata. Dizer que um cara que gosta de fio-terra, ou mesmo de sexo anal é gay, é a mesma coisa de dizer que uma menina lésbica que gosta que sua namorada use Strap-on na hora do sexo na verdade é heterossexual, porque o que ela gosta é de pau. PelamordeDeus!

    As pessoas têm que parar com esse tipo de pensamento pequeno. Sexo é tão mais. Tem que se levar a máxima de que entre quatro paredes (ou não) vale tudo mais a sério (que você e seu parceiro gosta) e pronto gente. vão gozar e ser feliz.

  22. outra coisa, infelizmente esse não é um preconceito só do universo heterossexual. Muitos gays e lésbicas têm esse mesmo pensamento, e isso é muito triste. Priva as pessoas de serem quem elas são de verdade, porque querendo ou não, a sexualidade é uma parte da construção da identidade do individuo.

  23. Olá! Primeiramente parabéns pelo blog. Uma amiga me mostrou ele mês passado, achei interessante, ela leu alguns posts pra mim e pra uns amigos, todos gostamos. Vim parar aqui pq vi uma entrevista sua na casalSemVergonha.com.br e acabei lendo outros osts por aqui.

    Acabei e ler também os posts sobre a matéria da globo e os comentários. Então vi uns comentários ofensivos (só fiz apertar ctrl + F e procurar por anônimos que acertaria na mosca).

    Enfim, o que eu realmente queria era fazer um comentário que anulasse todos esses idiotas que te criticaram, mas o dano infelizmente já ta feito. Quando tinha uns 16 anos, comecei a ver Sex and The City, inicialmente achei que teria sacanagem rs – mas pelo contrário, vi uma série de humor e feminista, com o principal discurso de "Se os homens podem, por que nós não?" E então minha mente só foi abrindo… Imagino que vc seja que nem as protagonistas, uma pessoa normal SIM, como qualquer um de nós aqui, porém sem medo. Acho que queria dizer isso mesmo, vc é admirável.

    Essas pessoas com comentários assim são pessoas padrão. Que não se conformam em sair da rotina, não se conformam que vc pense diferente, que vc vá de contra. Eu simplesmente não entendo como eles não enxergam isso, aposto que eles não conseguem nem explicar oq motiva eles a vir aqui comentar essas coisas, com a mera intenção de ofender, ou te fazer parar… Sabe. As pessoas tão insistindo que vc pare com elas.

    Vc ta fora da caverna.
    Vc tomou a pílula vermelha.
    Vc se livrou do conformismo.

    :)

  24. Eu concordo em varias partes, principalmente em que a sociedade afeta a vida sexual de todos. Dizendo o que esta errado e o que esta certo, o que eh promisco e o que naum eh.

    Na minha opiniao, acho que esta mudando muito a sociedade esta ficando mais aberta em relacao a sexualidade e prazeres sexuais e acho que no futuro as pessoas serao mais baertas a esse tipo de coisa.

  25. Eu fiquei com muita vontade do tal "pênis de duas cabeças"… Imaginei a situação exatamente como ela descreveu… servindo pra os dois ao mesmo tempo: ambos sendo analmente penetrados e ele comendo minha buceta… Loucura… Loucura… Deliciaaaaa

  26. Letícia, amei os textos sobre inversão. Foi super esclarecedor, pois para mim homem que curtia prazer anal era gay. Tirei um véu dos olhos, vou pensar sobre o assunto para ver como me sinto em relação, pois tudo é muito novo ainda para mim. Parabéns, tu está prestando um serviço de utilidade pública.

  27. Mais post, mais post…
    Letícia, além do seu português ser impecável, vc consegue manter o leitor preso aos seus textos. Fora que os assuntos que você aborda são interessantíssimos. Não me canso de ler.
    Atualizo a página de hora em hora pra ver se tem alguma nova postagem.
    Seus textos não só refletem sua vida, mas transmitem experiências há quem está do outro lado da tela. Além de alguns terem alguns debates interessantes de cunho sexual.
    Continue assim. Não deixe se abater com as críticas.
    Seu Blog está sendo explicativo e vem quebrando alguns tabus para muitas pessoas (falo por mim).
    Beijos minha flor e continue sendo essa mulher corajosa que vc vem demonstrando ser.

  28. Bom, normalmente não comento como anônima mas dessa vez vai ser. Sou looouca pra fazer inversão, já disse ao meu marido e ele falou que eu posso comprar a cinta, mas sei lá porque eu ainda não fui… fio terra já fiz bastante e tb já comprei um brinquedinho chamado G-Men, é um plug anal especialmente pro homem, que estimula a próstata. Bom, eu não consegui colocar esse brinquedo nele totalmente, ele não relaxou… acho que esse é um dos motivos pelos quais ainda não comprei a cinta, afinal se nem um plugzinho ele aguenta… hahaha Mas quero tentar de novo com ele, esse post reavivou minha vontade =))

  29. Nossa inversão eu queria tanto experimentar. Mas minha esposa não curte sequer fazer oral em mim..imagina enfiar.. Como casamos cedo praticamente virgens, não tivemos muitas experiencias. Acho que ela não se importa mas isso me chateia. Bem, não vim para chorar magoas.

    Só queria dize que inversão tá no meu top 5 de experiencias sexuais que um dia quero fazer.

    Beijo Leticia. Adoro seu blog.

    Marcello

  30. Gostaria de experimentar esta experiência, porém minha parceira ainda não aceita, acho que ela pensa que eu possa gostar demais e virar gay…, pura bobagem, pois só sinto atração por mulheres. Será que existe alguma voluntária?
    Bjos

  31. Se eu pedisse pra minha esposa enfiar o dedo acho que ela pediria o divorcio, já tentei conduzir a mão dela na minah bunda, já fiz comentários sugestivos , ela faz-se de desentendida, acho que eu não relaxaria o suficiente para uma "Inversão", não sei. Mas o dedo eu queria muito que ela enfiasse, mas não posso nem conversar sobre esse assunto.

    Geralmente não comento anonimo , mas hoje vou comentar por que ela bisbilhota os blogs que sigo.

  32. Esse é exatamente o mesmo problema. A minha esposa nunca entenderia, aceitaria.
    Uma pena porque eu sinto um tesão na região do cu e a ideia dela fazendo inversão seria muito prazerosa para ambos com certeza.

    Marcelo.

  33. É uma pena que ainda existam estes preconceitos por parte das mulheres… gosto de inversão com minha esposa mas não tenho a menor atração por homens… não me sinto nem um pouco gay, mas sou uma puta quando ela está no comando… acho que é mais a sensação de estar sendo enrabado pela minha esposa, mulher que eu amo que me dá mais tesão…

  34. Sou homem e tenho 20 anos, não sou gay, e tenho relações sexuais normais. Mas com 17 anos a vontade de aumentar o prazer junto a masturbação, comecei a penetrar 1 dedo no anus, e realmente senti um prazer com isso e fui aumentando a quantidade de dedos e o prazer foi aumentando. E até hoje utilizo objetos para penetração. E nenhuma das garotas que tive relações souberam disso… Nem minha atual namorada.
    Os Homens acham que apenas gays curtem isso, mas é porque nunca tentaram…

  35. Nunca gostei q tocassem meu ânus até que ano passado conheci um cara, que me beijou loucamente ali e amei!!!!!!!!! Porque não deixei antes??? rs Aí descobri que ele curte um fio terra tb. Fazendo sexo oral nele, ele me deu o cú para lamber. Lambi, coloquei gelo na boca, lambi mais ele curtiu bastante, depois passei lubrificante e fiz fio terra. Ele fez o mesmo em mim. Bom demais! Agora só falta eu fazer sexo anal…. fico com receio de que aconteça um desastre na hora… Eu era mto tapada para sexo, agora estou deixando meus pré-conceitos de lado e vivenciando tudo que há de bom!

  36. Há algum tempo minha esposa fez o fio terra comigo e adorei. Eu mesmo já me auto-estimulava há mtos anos, desde de criança, mas nunca tive coragem de revelar isso a ninguém. Qdo ela fez (estávamos em um 69) foi uma loucura! Desde então temos repetido isso de vez em quando. Ainda fico meio inibido e por isso resolvi pesquisar sobre o assunto…foi qdo me deparei com este e outros sites…vi que não sou tão anormal assim! Sabe…sempre questionei o rótulo “gay”. Sou casado, tenho filhos e adoro mulheres (e qdo digo “adoro” é “adoro” meeessmooo: adoro o toque sutil da pele, o cheiro, o sabor, os movimentos, os sons, as expressões e tudo o mais que vem no pacote!). Ser gay, no meu entender, é mais que ter prazer anal e mais, até, que ser penetrado por um homem. Ser gay envolve se entregar emocionalmente a uma pessoa do mesmo sexo, abrir mão do compartilhamento afetivo com o sexo oposto e assumir um estilo de vida e uma identidade gay. No extremo, duvido mesmo que possa existir uma divisão clara entre hetero e homosexualidade, senão por convenção social, o que acaba reificando a pessoa em um extremo quando, na verdade, ela poderia transitar livremente entre os dois e curtir tudo o que uma relação poderia oferecer. Tenho prazer anal, curto inversão, tenho curiosidade de ser penetrado por um homem, mas não me sinto gay, pois seria, meramente, sexo…se ao ser penetrado, de olhos vendados, vc não soubesse se o estaria sendo por uma mulher ou por um homem vc teria menos prazer ou curtiria o momento e extrairia tudo dele? Penso que ser gay está mais na mente que no corpo…e viva o prazer!!!!

  37. sabe, essa coisa de inversao é um tabu e acho que todo homem tem um certo receio. Minha história nao é diferente. com 21 anos saia com uma mulher linda de 36 e as vezes ela comentava algo do tipo “carinho no campinho – entre o escroto e o anus” eu repudiava. Enfim, há quase 1 ano conhecia uma menina, pena que completamente doida, que um dia ao me chupar acabou fazer carinhos circulares e amei. Bem, até hoje nunca fiz nada, e nunca mais conheci nenhuma mulher esclarecida o suficiente para pedir. Tenho 178m, 82 klg muito bem distribudos, branco e muito simpático. caso, alguma mulher de sp capital – bonita – tenha interesse em conversar e fazer amizade… eu adoraria!!!rsrs beijos obs: se tiver mulher interessando, manda um alo e entre aqui pra gente trocar contatos.

  38. Curto muito mesmo. Nada me deixa com mais tesao em ver um homem se deliciando com uma massagem prostatica ou de 4 tomando uma boa chupada no cu… MUITOS curtem, porem poucos assumem. Quero casar com um assim, meu namorado nao curte :/

  39. Sempre senti tesão anal, mas nunca falei pra namorada nenhuma.
    Sou casado a um ano e meio, e uma certa noite enquanto minha esposa chupava minhas bolas, ela rapidamente ergueu as minhas pernas antes que eu pudesse entender o que estaria acontecendo, e deu uma bela de uma linguada no meu cu. Senti uma sensação tão gostosa, que na mesma hora eu pedi pra ela repetir, e ela é claro caiu de língua. Ela me disse q ela adorava quando eu chupava o cuzinho dela e via como eu chupava com gosto, e então dispertou a vontade dela me chupar… Só que agora estamos dando alguns passos a frente, além da língua ela enfia a pontinha do dedo , e faz eu ficar em posições que as mulheres ficariam e fica esfregando a buceta no meu cu… é MARAVILHOSO, eu fico gemendo igual uma mulher. Estou pensando em falar com ela pra gente comprar um strapon pra ela me comer, vai ser uma bela experiencia, só nao sei como falar com ela q eu quero ser penetrado por ela. Tenho medo da reação dela.
    Mas eu gosto de mulher, jamais me relacionaria com outro homem. NÃO SOU GAY. Apenas gosto de fazer tudo q pode ser feito em quatro paredes..
    OBS: Ela fica com a buceta pingando quando a gente faz essa inversão de papeis…

    HOMENS E MULHERES QUEBREM ESSE TABU, É MUUUITO BOM, E OUTRA COISA, NINGUÉM VAI FICAR SABENDO O QUE VCS FAZEM DENTRO DE UM QUARTO, ENTÃO DE O CU A VONTADE PRA SUA MULHER. VC NÃO É GAY POR ISSO.

  40. Nao sou homosexual, sou casado a 20 tenho 3 filhos e eu e minha esposa começamos a praticar a inversao, noto ainda a timidez de minha esposa, mas tambem noto o fogo, o desejo dela em me penetrar, isso me deixa com muito tesao assim como noto nela.Nao sou homosexual, sou casado a 20 tenho 3 filhos e eu e minha esposa começamos a praticar a inversao, noto ainda a timidez de minha esposa, mas tambem noto o fogo, o desejo dela em me penetrar, isso me deixa com muito tesao assim como noto nela. Nao praticamos com muita frequencia por causa das crianças, mas sempre que damos uma escapada para um motel, ela logo vem me cantando. Melhorou muito nosso relacionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>