Camisinha, essa linda

“Usar camisinha é que nem chupar bala com papel”, dizem por aí. Mas, amigo, essa bala-com-papel pode aumentar – e muito – a sua expectativa de vida. Então, deixe a frescura de lado e plastifique esse negócio. Um mundo inteiro consegue gozar usando preservativo; vai na fé, você consegue também.

Mas talvez você precise ser mais bem informado e abrir um pouco mais a mão, comprando camisinhas especiais, deixando de lado aquelas mais baratinhas de lado, que mais parecem um saco plástico. Isso pode fazer muita diferença.

Primeiro: o tamanho

Meninos, conformem-se: poucos de vocês precisam usar os modelos maiores. É, horrível, eu sei (estou sendo irônica). O que muda da versão normal para a extra é o diâmetro. As camisinhas comuns têm 52mm de largura, enquanto a large/extra é um pouquinho maior: 55mm.

Para os pequenininhos, a dica é a Preserv Teen, com 49mm. Como o próprio nome diz, ela seria indicada para adolescentes, mas sabemos que há muito adulto que se daria melhor com uma dessas. Lembrem-se sempre que camisinha frouxa pode ficar dentro da outra pessoa! Com isso, toda a proteção contra DST ou gravidez indesejada vai pelos ares.

Outro dia vi na farmácia um lançamento da Preserv, a Extra Premium. Novíssima no mercado, a camisinha tem 58mm de largura. Por ser a única nacional com esse tamanho, o preço é salgadinho: a unidade custa por volta de R$ 5.

Um bom amigo indicou a Unique, feita na Colômbia. Se eu não me engano ela é ainda mais larguinha, com 60mm. O preço também é de R$ 5, quando comprada via site. O bacana dela é que não é feita de látex, excelente para quem tem alergia ao produto.

Segundo: o material

Como disse antes, por favor não comprem camisinhas grossonas, dessas que exalam o cheiro de plástico pelo quarto. São horrorosas!

Mais do que desconfortáveis, há casos em que se tem alergia ao látex. É como uma alergia comum: pode rolar desde uma coceirinha até algo bem mais grave. Antigamente só se conseguia comprar camisinhas de materiais diferentes em sex shops ou no exterior. Agora qualquer farmácia tem a Blowtex Premium, fabricada na Tailândia. A embalagem vem com duas unidades e custa um pouco mais do que as comuns: algo entre 5 e 6 reais o pacote.

 

Se a alergia for ao lubrificante, o jeito é ir trocando de marca ou usar a Microtex não lubrificada, e daí você utiliza o gelzinho preferido. A marca é bastante usada nos exames de ultrassonografia, por exemplo, quando o médico utiliza LITROS de gel para conseguir colocar aquele negócio bacanudo (not) dentro da gente.

Terceiro: o sabor

Eu ODEIO camisinhas com aroma. Essas que “ardem”, então… estou fora. Odeio, odeio, odeio. Mas, pelo que vejo nas lojas, há muita gente que gosta.

Agradeço indicações nos comentários. Já experimentei de diversos sabores e marcas, e não me adaptei a nenhuma. Em tese, elas ajudam bastante no sexo oral, mas eu continuo sentindo aquele gosto horroroso de látex que nunca mais sai da boca.

Quarto: tem de um tudo

Além das diferenças em tamanho, material e sabor, há camisinhas com ou sem textura; mais finas, as chamadas “sensitive”; coloridas… Se você tem um parceiro regular, é possível ir experimentando cada uma para ver qual é mais bacana e confortável para os dois (ou três. Ou mais).

Mas é preciso usar, sempre. Qual a sua favorita?

153 pensamentos em “Camisinha, essa linda

  1. Olha, esse é um assunto que rende, viu? Já tive paquera que usava reclamando, dizia que não conseguia gozar (mas gozou!) e que “terminou” comigo usando isso como desculpa: “Não vamos sair mais porque eu não gosto de usar camisinha”. Hahaha Boa sorte pra ele.
    Não abro mão de camisinha e ouço um monte de gente me dizendo que é exagero, que não é necessário quando se tem uma relação estável. Mas quem me garante que meu namorado não come outras? E que usa camisinha? Em primeiro lugar, EU! E na boa, nem faz tanta diferença assim. É puro exagero. Salvo as pessoas que têm alergia ou sensibilidade ao material, o resto é só desculpa mesmo.
    Mas e quanto ao sexo oral? Eu nunca tentei fazer com camisinha e não conheço ninguém que fala. Agora, se os caras não querem penetrar com camisinha, imagine só o drama se a gente exige no oral também?
    Beijo, Letícia. Curto muito isso aqui!

  2. Gostei do post simplesmente porque compro qualquer uma que pareça de qualidade, e aí me baseio no preço. Já tive camisinha que parecia de qualidade, rompeu na hora H e imagina a paranóia no outro dia…

  3. Costumo preferir as do tipo ultra-finas. São as únicas com que consigo “chegar lá”. Ao contrário do que muita gente por aí diz sobre esse tipo de camisinha, nunca aconteceu comigo de estourar nem nada parecido.

  4. Ai camisinha eh complicado, eu particularmente não gosto, usava e tudo.. Porem depois de 06 anos de namoro a gnt relaxa um pouco, usamos algumas vezes. (É eu sei podem me xingar) rs Sexo oral nunca fiz com camisinha… e não conheço ngm que faça…

    Le adoro vc !!!

    bja

  5. Usar camisinha é uma droga! isso é fato! Tanto para homens (Tira completamente a sensibilidade como no meu caso), quanto para as mulheres (pela mesma falta de sensibilidade elas acabam ressecando durante o ato e muitas vezes “assam” e não falam nada). Porém, existem formas de se conseguir suavizar e conviver com o problema. Particularmente abuso no gel lubrificante e no óleo com diversas funções.
    Depende muito da mulher também! uma dica preciosa é você, mulher, encontrar uma camisinha da qual você se adapte melhor, pode ser daquelas com estrias, caroços, oderes e tudo enquanto for possível, e fazer brincadeira disso com o seu parceiro! Muito antes mesmo do sexo! Sirva o assunto como sobremesa no jantar ou como bebida no bar. Diga que gosta desse ou daquele tipo, introduza o assunto na noite. A pessoa que estiver com você já vai se ligar. Automaticamente vai procurar te agradar, comprando a camisinha da qual você se referiu naquele momento.
    Se não tiver essa oportunidade, espere até o ato em si. Na hora “H” pergunte se ele tem gel lubrificante. Não importa a resposta dele, você deve emendar o uso da camisinha. Por exemplo:
    – Querido, você tem lubricante?
    Resp.1 = Sim querida! na gaveta aí do lado!
    – Hum que bom! adoro camisinha com lubrificante!

    Resp.2= Não querida. Por quê?
    – Hum.. é porque eu adoro camisinha com lubrificante!

    kkkkk rachei de rir agora desse comentário idiota, mas serve sabia? em todos os casos deve se mencionar e frisar o uso do preservativo. Quanto mais piada fizer mais engraçado fica e os dois levam o assunto numa boa, DEIXANDO de lado aquele “ar” de obrigação do uso.
    (Papo de homem sério!)
    Abraços! Ótimo post.

      • Não levantei a bola de uma possível discursão sobre o uso ou não. Como você disse: “É usar ou usar”. Eu penso ligeiramente diferente: É usar ou não transar! Por isso o diálogo prévio. Para evitar o “não transar”
        Muitos homens, propositalmente, não levam camisinhas aos seus encontros e sabendo da preferência feminina, antes de efetivamente estar sem condições de sair para comprar (nú na cama), ele consegue se organizar antes de “perder a noite”. Convenhamos que o tesão acaba se no meio das preliminares alguém tiver que sair para comprar um preservativo…

        • rsrss é usar ou usar.
          Já aconteceu comigo de estar com um amigo, na hora perguntar pela camisinha e ele:
          – ah, mas vc acha que precisa.
          eu: – tenho certeza, peguei e dei a ele.

          É assim que as coisas funcionam. Acho que tirando este cara nenhum outro homem me propôs assim na lata fazer sem.

    • Ahn… ao invés de dar a dica “ai, eu gosto de camisinha com textura” no meio do jantar e torcer pro cara comprar… não é mais fácil a mulher já ter na mão? Não saquei.

      A não ser que exigir camisinha seja um tabu pra mulher. Aí o problema é mais grave.

      E pode ser ruim pra algumas pessoas, Kléber, mas acho que não tem opção, não. A não ser que você e o parceiro sejam absolutamente fiéis, e ambos tenham consciência e assumam os riscos se pularem a cerca ou forem enganados.

      • Claro querida! Eu concordo com você, mas devemos partir do pressuposto que em 90% das relações sexuais é sempre a mulher que exige o uso da camisinha, e muito menos da metade dessa quantidade delas, andam com camisinhas em suas bolsas… Vamos combinar o seguinte: Pelo bem ou pelo mal, o uso da camisinha ainda é uma questão cultural e de princípios que deveriam ser cultivados inicialmente em casa e para ambos os sexos; além de ser amplamente divulgado nos meios de comunicação, coisa que hoje em dia só ocorre essa conscientização no período do carnaval. bjs

  6. Ótimo post! 3/4 dos caras com quem eu já transei (namorados ou peguetes) em algum momento reclamaram que a camisinha incomodava, em geral seguido de um “acho que meu pau é maior que a média”. (ai ai)

    Não era o caso de nenhum deles, acho que não sabiam comprar mesmo. Um até chegou a pedir pra eu ficar encarregada de comprar, porque só as que eu carregava “davam certo”. Detalhe: só compro da básica (sem textura, sem cheirinho, espessura e tamanho normais), afinal, eu não tenho pau pra saber qual é legal e qual incomoda.

    Ah, sobre as com aromas e geladinhos, pra mim nem pensar! Fico toda assada com essas coisas, até com sabonete tenho que tomar cuidado. Mas sei que tem um monte de gente que gosta! Contem aí, quero saber!

  7. Bom, infelizmente o HIV e outras doenças apareceram e realmente temos que usar o preservativo, então o melhor a fazer é procurar aquele que te dê a maior sensibilidade possível… Tempos modernos, preocupações modernas. Bjinhos

  8. Lê confesso q nao gosto de usar, porem admito q colho as consequencias disso hj, tenho uma certo “probleminha” vamos dizer assim, por conta disso, nd mto serio, mas q poderia ser evitado. Hj sou noiva e nao uso, fizemos tds os exames possiveis e sabemos q somos “saudáveis” tds os anos faço exames e confirmo se ta td bem, sei q é um risco mesmo tendo um parceiro fixo, porem a confiança prevalece, e d verdade acredito seriamente q ele nao me trai.
    Entao ficamos assim, nao usamos e tb nao tomo nenhum anti-concepcional e é sempre um dilema. Mas ate agora td certo.
    Bjo Lê.

      • Bom, as pessoas que estão em relacionamentos estáveis fazem exames anualmente para verem se continua tudo ok. É uma medida para ver como está a saúde, fato.
        Mas e se um dia um exame vier alterado?

        Se for sífilis, gonorréia, ok, apesar de ser muito chato, incômodo, estigmatizante e n coisas, antibiótico cura.

        Mas e se um exame demonstrar que você está HIV+? Não tem volta.
        OK, tem acompanhamento médico, terapia antiretroviral, você, de fato, não vai morrer por causa disso, pode perfeitamente ter uma vida normal.
        Mas nunca mais vai deixar de ser HIV+.
        Não adianta brigar com o parceiro, terminar, isso é irrevogável.

        E aí, como faz?

        Como o tempo não volta, prefiro a camisinha. Melhor que HIV.
        Sou radical mesmo, mas pelo menos não tenho infecção sexual.

  9. Por experiência ou por relatos pude perceber algumas coisas sobre a camisinha.

    – caras que estão muito tempo sem usar pode acabar tendo dificuldade para readaptar a camisinha. Mas nada que seja um fardo.

    – muitas moças ficam sem jeito de parar a transa quando o cara insiste em não usar. É babaquice por conta do cara ,mas um vacilo forte da moça (ela corre maiores riscos numa transa desprotegida).

    – Vestir camisinha muito antes da hora pode dar em falha do rapaz.
    e uma dúvida.

    – por que as moças ficam sem graça de comprar camisinha, mas não têm problemas em comprar anticoncepcional?

      • Eu complementaria a ideia (para mim certa) da Letícia: porque mulheres casadas e respeitáveis podem comprar pílulas anticoncepcionais porque “quem é casado não deveria usar camisinha”. Daí para frente, explica-se porque HPV está solto por aí nas mulheres casadas.

  10. Engraçado ler os comentários. Todo mundo falando de doenças e doenças e tem mais é que falar mesmo. Mas ninguém mencionou a “tal” da gravidez. Ou todo mundo aqui realmente acha que anticoncepcional (pílula) é o suficiente?
    Sério, quer correr o risco de engravidar de um one night stand? Ou de um cara que você tá de rolo mas não tem pretensões nenhuma? E rapazes. Economizar 3 reais de um pacote de camisinha é correr o risco de pagar 18 anos de pensão alimentícia, tá?! Vamos parar com a idiotice de acidentes. Gerar um filho é coisa muito séria, é muita responsabilidade pra você fazer com qualquer um!!!
    Eu digo isso porque tenho namoro a mais de 4 anos, e sempre usamos camisinha e eu ainda tomo pílula. E não porque eu não confie e ache que ele saí por aí comendo todas. Mas pela mais pura questão de RESPONSABILIDADE! De não correr o risco, de não ficar na paranóia todo mês achando que posso estar grávida, sem ter uma estrutura pra criar um filho!

    • 18 com muito boa vontade. Pode botar aí até o final da faculdade.

      Mas, a princípio, a pílula é um método anticoncepcional seguro sim. Muitas das “falhas” que ocorrem podem ser atribuídas ao uso combinado com outros medicamentos, que podem cortar o efeito.

      • Na verdade, a pílula é mais eficiente que a camisinha para evitar gravidez. Claro que só se for corretamente utilizada. E também ela não previne doenças.

        Eu uso os dois, que a chance fica minininininima mesmo! Mas se eu ficar na estatística de 0,005% que engravida usando pílula e camisinha, não tem problema, adoro criança (desconsidere o final, hahahaha!)

      • Muitas mulheres não podem usar o anticoncepcional, quando têm muitos casos de câncer na familia materna, e com idades reduzidas a cada geração…E uma cervejinha que cause um vomito ou uma leve diarreia, podem levar embora o anticoncepcional e o esperma ejaculado até 48 atrás pode achar um óvulo maroto, esperando pra virar bebê….

    • Mariana, você está totalmente certa. O índice de eficácia da pílula é de 99,8% para gravidez (maior que a da camisinha, até, que acho que é 98%), mas de 0% contra DSTs. Para gravidez, sempre é bom ter 2 métodos para evitar problemas. Aliás, quando bem usada, a camisinha dá proteção quase de 100% também para DSTs. Já ficou desnecessário insistir nisso.

  11. Letícia,gostei muito do post,penso que muitos(as)adolescentes lêêm seu blog,o que acha de falar sobre a nova vacina que previne o HPV?Levei meu filho de 17 anos na médica e ela recomendou.Acho bem interessante.Beijosssssssssss.Cada dia que passa eu fico mais “viciada” em ler seu blog.

  12. Deixei de usar camisinha há uns 3 meses, recomecei a tomar anti concepcional e meu namorado deu a ideia de fazermos sem.. Topei por curiosidade, já que nunca tinha feito sem (camisinha com todos os ex e casos e afins) e como somos praticamente noivos (não vamos casar, no sentido religioso ou civil da palavra, mas mudaremos pra SP ano que vem, sabe de algum emprego pra designers ou mídias sociais? rs) então decidi arriscar, não dá pra usar camisinha pelo resto da vida. Na primeira vez senti uma diferença enorme! Pele com pele é outra coisa. Mas claro, eu confio totalmente no meu namorado e sei que ele não me traí (mesmo porque a falta de tempo o impediria de fazer isso.. estudar, trabalhar e namorar gasta muito tempo!), não faria sexo com um casinho sem camisinha, mesmo com um namorado recente ou um P.A. (famoso pau amigo), sei lá…
    Também nunca fui fã de camisinhas com sabor… aquele cheiro de Ki-Suco de uva misturado com latex me mata.. rs
    Aquelas que ardem, que esquentam, que gelam, que refrescam depois esquentam, que leva seu filho pra escolha e faz o café da manhã, também não gosto não… É uma sensação ruim, estranha e incomoda… Mas gosto dos lubrificantes ou óleos para ‘massagem’ que esquentam… vai entender! rs

    muito bom o post, como sempre!

    Beijos

      • Ele fez, Lê… Pois estava tendo problemas com a camisinha, ele vinha de um outro namoro mais antigo e não usava, então estranhou e às vezes acidentes aconteciam. Ele fez pra desencanar e ver se ele estava com algum problema.. e não estava, era apenas bloqueio comportamental por estar com camisinha.. huahauhauha.. Depois ele acostumou a usar e os problemas acabaram.

  13. Oi Leticia… fui dar uma olhinha no blog do cafajeste e o que ele me falou nem me chocou tanto pq conheço MTO HOMEM babaca e ja estou acostumada… porém me chocou MUITO os comentários de MULHERES falando ” Depois as mulheres querem que os homens nos valorizem”… E eu parei pela primeira vez para refletir da tal da valorização feminina…
    Será mesmo que eu entendi corretamente que eu deveria REPRIMIR a minha vontade de DAR, FAZER AMOR, FAZER SEXO,FAZER SURUBA (entre outras modalidades!!!) com quem quer que seja para ser valorizada por homens (babacas!) que não aceitam esse tipo de comportamento???
    Será mesmo que eu quero ser valorizada por homens que não valorizam o comportamento livre sexual de uma mulher???
    Eu quero é que mudo se foda … eu mesmo não me importo de não ser valorizada por homens que não aceitam mulheres com desejo (e coragem) sexual e sabe por quê? Por que eu simplesmente não valorizo homens de cabeça fechada, mente pequena, sabe como é, né?

    A valorização feminina deveria ser perfeita como um “Olha que lindo,ela transa com quantos homens ela quer, não passa vontade… ela usa camisinha, se cuida e é feliz… como sabe se valorizar essa menina”…

    Espero que um dia as coisas sejam assim, concorda?

    Bjão

      • Gente, eu uso camisinha feminina quase sempre, compro dos EUA pq é mais barata. Adoro, muito boa mesmo, é a única que não me assa(pq eu sou muito branquinha), e evita sujeira na época da menstruação. E parece que vc não tá usando nada, ah, e também pode ser colocada bem antes da penetração, além de ser mais segura contra o HPV pq protege a entrada da vagina e a vulva.
        Pra quem se interessar, eu compro desse site aqui: http://www.undercovercondoms.com

  14. Ótimo post e abordou um assunto que é um mistério pra mim: como fica o sexo oral, heim gente? Meninas, vocês chupam o cara com camisinha?
    Rapazes, como vocês fazem?

    • Olha, eu acho que isso de usar camisinha no oral depende muito. Conheço gente que faz mto sexo e prefere usar pra não ter dúvida… A gente sabe que dá pra pegar várias doenças assim também, né?!
      Eu detesto aquele gosto de látex, mas experimentei e gostei muito da camisinha Prudence com sabor, porque ela realmente tem SABOR! E não só aquele cheirinho enganador… Achei que lembra bem gosto de Bubbaloo. Falei pro gato que ia chupar que nem pirulito e ele se amarrou! Recomendo para as que quiserem tentar algo diferente.

  15. Gente, realmente eu fico me perguntando sobre essa questão do sexo oral com camisinha ou sem… Ninguém fala que faz com! E aí pessoal? Gostaria de saber a opinião de vcs e da Leticia… Bjos

  16. Letícia :
    O que eu vou falar não tem relação com o post de hoje.
    É que eu venho acompanhando seu blog e fiquei muito triste com a mudança de proposta. Você começou falando da sua meta e descrevendo cada uma de suas experiências . Isto raríssimas mulheres são capazes de fazer. A maioria das mulheres não faz ou não consegue admitir que faz sexo casual. Você, apesar de não usar seu nome verdadeiro, deve ser considerada uma heroína por feministas como eu que acham que a principal bandeira do feminismo deve ser a da liberdade sexual. E liberdade sexual não combina com monogamia, exclusividade sexual, ligação entre sexo e sentimento, em fim, todos estes termos que compõem o vocabulário feminino. Você poderia ser uma voz libertadora das mulheres. Mas vc desistiu da proposta anterior. Depois das criticas, parece que os moralistas venceram. Que pena! Eu,se fosse você, continuaria falando das suas transas casuais , das suas experiências pouco convencionais, em fim, de tudo que desse vontade. Saiba que fazendo isto vc estará dando a melhor resposta para os machistas que morrem de medo da liberdade feminina e para as mulheres, coitadas, que desprovidas de senso crítico não conseguem escapar da jaula de paredes invisíveis (as regras falso moralistas) em que estam presas.

    • Marússia,

      Honestamente eu não aguento mais ter de justificar o que faço no blog. Eu nunca quis ser bandeira de nada. A tal contagem e as narrativas estavam me trazendo inúmeros problemas, e eu decidi não mais fazer isso.

      Não acho que liberdade sexual vá contra a monogamia ou exclusividade sexual. Acho que a liberdade sexual tem a ver com escolhas – que podem, sim, ser de ficar com um parceiro apenas.

      Eu vejo tantas pessoas dizendo que eu deveria continuar com as narrativas… jogo, então, a bola para vocês: porque vocês mesmas não o fazem?

      É muito fácil falar como o outro deve se comportar, não é mesmo?

      Abraço

      • Eu estava esperando uma oportunidade para falar sobre isso e aqui está ela!
        Eu nunca concordei com o discurso da maioria das feministas, não por que não acredito em liberdade sexual, mas por justamente essas mulheres serem tão extremistas e preconceituosas quanto os moralistas e/ou machistas.
        Concordo com você Letícia, liberdade sexual não exclui monogamia e sentimento.
        Eu fico chateada, porque super apoio os movimentos contra a sociedade patriarcal e recriminadora, mas poxa, se eu escolher ter apenas um parceiro, então eu sou uma lesma que não pensa e se submete ao sistema?
        Acho esse julgamento tão intolerante quanto o que diz que uma mulher que faz sexo com vários é puta.

        Beijinhos

        • Amanda,

          Assim como existem vários “tipos” de machista, também existe esse tipo de dissonância entre as feministas.

          Continue lutando contra a sociedade patriarcal. A gente tem de lutar pela liberdade sobre o nosso próprio corpo, o que inclui poder escolher com quem transamos (com um ou com cem).

      • Eu ia fazer o mesmo comentário.. Liberdade sexual é liberdade de escolha e, Marussia, se você acha que isso nao tem nada a ver com monogamia, desculpa querida, você nao entende nada do assunto, nem de feminismo.

        • Sabe Lola eu entendo de feminismo sim. E por isso eu continuo afirmando que monogamia e exclusividade sexual não cabem no dicionário do feminismo. Primeiro porque a monogamia só vale para as mulheres. Homem monogamico? Só no discurso, afinal como cobrar monogamia das mulheres se eles não a defenderem ao menos no discurso? O ser humano não é monogamico. Sugiro a leitura do mito da monogamia. Exclusividade sexual ser compatível com liberdade sexual? Como? De duas uma: ou vocês depois que acham o “par perfeito” deixam de ter desejo por
          todos os outros ( aí tudo bem ) ou vocês tem desejo mas ci. trilam esse desejo. Em nome de que? Da liberdade ? Me poupe! E Lola, você diria que a Simone de Beavoir não entende nada de feminismo? Pois ela criticava exatamente a imposição da monogamia e da exclusividade sexual. Entre a opinião dela e a sua eu fico com dela.

          • Marússia,

            uma coisa é existir a IMPOSIÇÃO da monogamia/exclusividade. Eu sou contra isso também. Outra coisa é você ESCOLHER isso, mesmo que não para sempre.

          • Correção de erro:
            Quis dizer:
            Ou vocês tem desejo mas controlam este desejo. Em nome de que? Da liberdade? Me poupe!

          • Letícia:
            Eu não quis pautar seu blog. Foi apenas uma opinião . E eu não faço o que você fez por uma simples razão : não tenho, infelizmente, tido tantos parceiros quanto você. Mas se eu der um up na minha vida sexual eu vou copiar sua idéia. Mas eu faço sim sexo casual , sexo a três , etc. Tenho um namorado mas ele não é propriedade minha nem eu dele. Bjs

          • Ótimo. Quando você o fizer (e tomar porrada de todo lado), aí a gente conversa sobre como é ser espinafrada.

            Eu não sou propriedade de ninguém (meu namorado é um amor, liberal e esclarecido). Mas não quero falar da nossa vida sexual aqui. Simples.

          • O estranho é que a maioria das mulheres ” escolhem” a monogamia e a exclusividade sexual e maioria dos homens não a ” escolhem”. A verdade é que existe toda uma cultura aplaudindo as mulheres que fazem estas escolhas e apedrejando, muitas vezes literalmente, as que não fazem. Você sentiu isso na pele. A monogamia e a exclusividade sexual só seriam escolhas se isto não acontecesse!

          • Cobrar monogamia? Pra Que? Por que? Se num relacionamento você precisa cobrar essas coisas e nao discuti- las, nao da nem pra comentar sobre liberdade sexual…quanto mais optar por um caminho ou por outro que lhe é adequado.
            Discordo de vários pontos da Simone de Beauvoir e concordo, fique com ela mesmo ( ao menos se dê ao trabalho de escrever o nome dela corretamente!)

      • Le… ja postei varias vezes em seus texto e adoro todos, mas na verdade eu vim para o seu blog justamente pelo tema q vc abordava, onde descrevias as experiencias com cada um dos seus futuros 100 homens. Pode incomodar outras pessoas, mas tb alegrava as mais de 1000 q te seguem e q sempre estão te apoiando e te dando forças para continuar a escrever. Vc sabe q no fim dos 100 teria um material maravilhoso para escrever um livro junto com os comentários e até relatos de experiencias nossas. Ai vc joga para podermos escrever tb. Isso eu lhe garanto q ando fazendo tb e é inspirando no seu blog, mas a ideia do tema do blog foi sua, o conhecimento e até o estudo q vc tem e a coragem e todo mérito seu, creio que ninguém aki ira te superar. É ótimo escrever sobre o “acontecido” e aconselharia todas a fazerem isto rsrsr se quiser é até mais uma ideia, vc poderia receber esses texto escrito por suas leitoras e postar no seu blog. Só q ai já não seria os seus “cem homens”. A força q eu dou é para vc continuar a postar os “cem homens”, essa foi a sua ideia inicial e espero que volte com o verdadeiro tema do seu blog. esqueça e ignore quem não gosta. Pense em quem esta aki e adora o seu trabalho. bjs

  17. Logo de primeira quero elogiar o conteudo do blog, sempre trazendo informações que nos parecem tão cotidianas, mas que sabemos que nem sempre são tão discutidas…
    Mas, quanto ao uso da camisinha, é usar ou não transar mesmo!
    Vale algumas dicas: para cada tipo de sexo, ou seja vaginal ou anal… uma camisinha… troque-a sempre!!!
    Pelos comentários acima existe um preconceito quanto ao uso da camisinha no sexo oral…. genteeeee!!! tem que usar também, ok?!! Doenças são transmitidas o que chamamos de secreçãoXsecreção… logo temos q ter cuidado com o sexo oral sem proteção…. existem casos terríves de DST na laringe…
    Nos casos de meninos fazendo sexo oral, temos alguns relatos de uso do papel filme… vcs tem algum relato desse tipo? ainda não consegui literatura a respeito disso!!!!
    Outra dica importante, aqui no RJ, todos os Postos de Saúde realizam distribuição de preservativos seja masculino ou feminino…de graça!!!! e não precisa estar inserido em nenhum programa de saúde e só chegar na farmácia do Posto e solicitar… super simples… tem 02 tamanhos para o presservativo masculino 49mm e 55mm… e VIVA O SEXO SEGURO!!!
    Ah!!! Amo Sexo… ( essa foi para alguns que discriminam a Leticia… rsrsrs)
    Beijos em todos!!!
    Mary.

  18. acho que sou meio paranóico, ond quer q eu vá sempre levo um pacote d camisinhas. Foram poucas as vezes que não as usei(exatamente 3). Um conselho: Usem sempre. Ah quase ia sqcendo doem sangue, os bancos d sangue Brasil a fora precisam d pessoas como v6. Tchauuu bjos no coração…

  19. Aiiiiii, eu odeio camisinha.. as vezes eu uso, quando eu sei que o cara é daqueles que transa com qualquer uma. Mais quando eu conheço a pessoa com que estou transando eu não uso não.. Nunca tive nada na minha menina, sempre faço exames e sempre ta tudo certinho.Agora estou namorando e nunca uso camisinha, meu namorado é fiel e eu tenho certeza disso. Nada melhor do que fazer sexo sem camisinha com a pessoa que vc sabe que é seguro. Mais eu apoio a idéia de que as pessoas devem se prevenir, já vi vários casos sinistros de doenças..inclusive com amigas próximas.

  20. “deixe a frescura de lado e plastifique esse negócio” – Adoooooro! hahahahaha

    Camisinha é obrigatório, mulher que se deixa levar pelo papo furado de homem não dá, né….

  21. Ah Letecia lembrei de uma Historia.
    Minha prima de 13 anos estava namorando com um menino de 21 anos.. (ele é professor dela de inglês) na época somente eu sabia. Certo dia ela me disse que ia dormir na casa dele, eu conselhei, falei, expliquei e tudo mais.

    Uma semana depois conversamos novamente e ela me contou como foi, que estava praticando cm ele, sem camisinha, ele gozou nelas todas as vezes, ela estava tomando a pilula do dia seguinte. Imagina a minha cara depois disso, fiquei apavorada e com raiva pois um cara cm essa idade não tem noção de como isso eh perigoso pra vida dela?!?
    Fiquei mais calma e expliquei pra ela dos perigos, das doenças e etc.. ela me vira e me diz pra não se preocupar q ele não tinha AIDS q por isso que ela não usava a camisinha e sobre a gravidez, ela prevenia com a pilula do dia seguinte o.0….

    Agora me fala letícia o que eu faço com uma criança dessa? Com toda essa informação q a gnt tem hj em dia ainda existe (msm cm 13 anos) pessoas assim tão burras. Fora o rapaz… se pudesse dava uma surra nele seriu …

    • Isso que o cara estava fazendo com a sua prima é corrupção de menor, abusando do poder de persuasão dele e é totalmente criminoso. Não tem que dar surra nenhuma, tinha era que ter contado para os pais da menina e denunciado esse calhorda na polícia.

    • Eu contava pros pais dela.(ela merece).Alem que ele merece um processo.Por isso existe lei, ela “esta fazendo porque quer” Sera mesmo????? ELA NAO SABE O QUE ESTA FAZENDO. pra mim ele e’ pedofilo sim. merece ter uma palavrinha com o sistema.

      • Concordo plenamente! Tem que denunciar mesmo! Pra ele aprender e pra menina também ver se aprender, mesmo depois de ter sido aconselhada por uma pessoa mais velha e que é da família, ela continua fazendo babaquice. Aliás, quem disse que ela nao sabe o que está fazendo tem razao….

    • Sexo com menores de 15 anos, pela lei brasileira, é estupro presumido. Não ha´discussão. É denúncia. E entre 16 e 18, é muito fácil um menor alegar depois que foi corrompido, então ainda assim seria muita burrice desse professor de inglês dela fazer isso, mesmo se ela tivesse 16.

  22. Falando nisso, vc sempre usa no sexo oral a camisinha? Pq justamente isso q vc falou do gosto do latex, é um horror. Uso camisinha mesmo com namorado. Ai com um ex eu fazia sexo oral sem camisinha, eu sei q é errado. Mas se ele colocasse a camisinha e dpois tirasse, eu tb nao conseguia fazer com aquele gosto de latex… aaaaaaaahhhhhhhh
    vc encara assim mesmo, ou faz sem?
    Adoro fazer, mas as vezes fico preocupada por abrir mao nessa hora da camisinha.

  23. Letícia,
    sempre usei camisinha, inclusive na hora do sexo oral. Sinceramente? No começo eu detestava muito o gosto do látex, mas depois acostumei e fico pensando: “Nada de herpes para você, nada de sífilis para você, nada de candidíase para você…” e toda a imensa lista de DSTs que contraímos através do sexo oral não-seguro.
    Aliás, hoje em dia eu nem me incomodo mais, depois é só dar uns beijos no rapaz que o gosto ruim sai.

    P.S: Meu maior problema é que sinto muita câimbra no maxilar durante o boquete, aí não consigo dar prazer ao dito-cujo por muito tempo… :/ Alguma dica de como contornar essa situação?
    P.P.S: Às vezes, eu comento com meu nome de verdade aqui, mas como tem cada vez mais conhecidos meus que leem o seu blog, fica meio complicado quando se trata de coisas da esfera íntima hahahaha

      • Minha boca é minúscula e o pênis do meu último namorado tinha diâmetro um pouco maior do que 56mm (a camisinha desse tamanho às vezes entrava tranquila, às vezes não…). Deu pra sacar meu problema, né? Com ele nunca dava para fazer muita coisa. Com outros eu até aguento um pouco mais de tempo.

  24. Letícia, seu blog é o máximo, virei super fã. E sobre o assunto….camisinha sempre galera. Agora aquelas com sabores, que esquentam e esfriam, não gosto mesmo. E ainda tem umas com efeito retardante(segundo elas, prazer prolongado), com meu parceiro não funcionou, o que era pra prolongar, ficou só na imaginação mesmo (o brinquedinho dele ficou sem entender…kkkk).
    Abraços da mais nova seguidora.

    • Lê,
      uma vez tinha acabado a camisinha convencional e eu e o parceiro do momento (foi o meu primeiro parceiro e eu, a primeira dele) achamos que não seria tão ruim usar uma com sabor mentolado. Que ideia estúpida! Que ideia estúpida! Hahahahahaha!
      Fim das contas: eu fiquei com tanta ardência (até porque não é só a minha boca que é minúscula e eu senti dor nas primeiras 4 vezes que transei com penetração) que nossa noite acabou ali mesmo. D:

  25. Pelo jeito sou a única que prefere sexo com camisinha aqui! Rsrs… É bom fazer sem, é! Mas prefiro com.
    Namorei muito tempo e tive a oportunidade de fazer sem preservativo com esse namorado, mesmo assim preferia com camisinha.
    Sempre tenho pelo menos 1 pacotinho fechado dentro do carro, quando não levo umas 3 camisinhas soltas na bolsa quando saio no carro deles… Homem é doido para dizer que não tem camisinha ou então que não gosta das que estão no quarto do motel, já vou prevenida e faço até questão de colocar a camisinha no rapaz, porque o rapaz se sente melhor, não fica um clima chato enquanto ele coloca a camisinha e para minha segurança, porque tem homem que incrivelmente não sabe colocar a camisinha ou então coloca daquele jeito.
    Gosto das normais e um lubrificante a mais é sempre bem vindo (aquela dica de lubrificante unitário que você deu em um dos posts foi excelente, pois é mais discreto que o tubo e economiza espaço), particularmente prefiro as da marca Preserv, porque causa da textura do material e do cheiro que não é tão forte.

  26. Gostaria de parabenizá-la pelo site, cuja idéia é atrevida e atrai os mais diversos leitores. Além do mais, você escreve muito bem e conseguir conquistar sabiamente o leitor.

    Adoro ler, ouvir, escrever e falar sobre sexo. Encontrei, nesse espaço, um ótimo lugar para isso.

    Um Beijo.

  27. Ai, que bom que vc é qualquer uma que se previne, uma exceção. Mais da para ver que vc é qualquer uma de alto nível, eu to falando é dessas mulheres bagaceiras por ai..tem homem que pega umas que nossa…da até medo.

  28. Cara, essa blowtex premiun salvou minha vida. Há anos eu sofria horrores… ficava muito machucada, ardida e nao conseguia transar mais de duas vezes.. sendo que a segunda ja era no sacrifício.. com essa blowtex é muito tranquilo. nao doi, nao arde, nao machuca. Indiquei pra todos os meus amigos rss.. pra fazerem as peguetes mais felizes.. Mulher sofre rss!

  29. Camisinha é de uso obrigatório , não há porque não usar considerando todos os riscos .
    Ninguém citou entretanto a camisinha que prolonga a duração da ereção . Ela depois de um tempo esquenta muito mas vale a pena .

    • Eu comentei sobre elas Javert, e com meu parceiro não rolou, ela esquenta e nessa o brinquedo dele falhou rapidinho e a gozação acabou em muitas risadas.
      Abraços.

  30. Na minha opinião, com o avanço tecnológico no fabrico das camisinhas, tornou-as em aliadas; esse papo de “bombom com papel” pertence ao passado.Também foi criada a camisinha feminina e tudo isso, tirou o peso que a mulher recebia por ter que tomar anticontraceptivos; que além dos efeitos colaterais, não a protegiam das DSTs. Hoje, o ato sexual é nuito mais prazeroso e com segurança quase total para os dois.

  31. A gente, essa história de bala com papel é a maior falácia, né…
    Vagina e pênis não têm papilas gustativas, o que torna um ato sexual com preservativo beeeeem diferente de chupar uma bala com papel!

  32. Meu primeiro namorado e eu tínhamos mania de testar camisinha: chegamos a comprar 20 pacotinhos de marcas, texturas, sabores e nível de lubrificação diferente. Eu posso afirmar, que a maioria das marcas do mercado, não incomoda e atrapalham tanto como se diz por aí. Fazer sem é melhor mesmo, mas fazer com, sem as noias de engravidar ou pegar alguma DST pode ser melhor ainda para a mulherada “chegar lá”.

    Das texturizadas, preciso ser sincera, nunca nenhuma fez diferença. Só aquela que tem cilindros desenhados fez uma “cosquinha”. Quanto às com sabor, sempre adorei a de morango, pelo cheiro! Nunca senti o gosto de látex forte. Já a de menta é horrível, arde, arde, arde. Mas as melhores são as Sensitive, extra-lubrificadas! Mais confortáveis e não empacam em lugar nenhum, não precisa entrar e sair de novo, que logo de início dá certo!

    Os meninos e as meninas deveriam investir mais. Os modelos clássicos são os piores: machucam, secam rápido e precisa trocar…

  33. Pra não correr o risco, sempre levei na bolsa. Está cheio de caras desprevinidos por aí ou doidos pra dar uma de espertinho e não usar. No meu caso os espertinhos perdem a transa, mas como não sou mulher de desperdícios, prefiro me garantir! Hahahaha

  34. Oie de novo, leio tudo por aqui, mas comentar só ás vezes. Começo a falar e não paro mais…rsrs.
    Porém, o penúltimo post e esse, vieram a calhar.
    Aiai, passei quase quatro anos na minha monogamia, digo na minha, pq não pedi exclusividade, e ao sentir que a tinha, já era meio tarde.
    Mas, vamos a questão atual, ou questões…
    Depois de um carnaval louco, mas sem sexo, finalmente desencanei da minha monogamia, neste fim de semana.
    Mas justo nessa hora, aconteceu tudo errado. Ou quase tudo.
    Sábado, tinha casamento pra ir, sempre aquele drama de ter q ir pra luta de pegar o buquê, preferi o padrinho..rsrs.
    Que boa idéia essa, até q ele diz não ter camisinha, mas que dá pra fazer só um pouquinho sem… quem merece isso????
    Tentei continuar a brincadeira de outro jeito, mas ele insistia, tivemos que parar por ali. Ainda fui obrigada a escutar que ele ia pra um casamento, pra que carregar camisinha? Erro meu? É, também, poderia ter uma na microbolsa, mas não achei que justamente ali, eu ia resolver ter algo casual.
    Enfim, fui pra casa chupando o dedo. E, sem me contentar, ao voltar pra cidade onde moro, resolvi dar um basta numa situação, e convidei outro pretendente ao casual pra vir em casa. Tinha tudo pra ser ótimo, até que ao colocar a camisinha, o cara simplesmente broxou, não foi só uma vez, foram em todas as quatro tentativas da noite…
    Poxa, bem compreensível, ia eu animar o garoto, e de novo, e de novo. Só que toda vez também tinha que avisar da camisinha, que pelo jeito ele não fazia nenhuma questão.
    A noite passou, ele foi embora pela manhã, e eu fiquei sem dormir, sem ganhar o que queria, e não teve nem bônus pelo empenho…snif.
    Eu não entendo qual a dificuldade que a maioria dos homens tem em chupar uma mulher. Sábado ainda tivemos uma troca interessante, mas domingo a noite, fiquei sozinha na função.
    Aí fiquei me perguntando, se poderia ter sido mais atenciosa na hora, se tivesse trocado a camisinha… (eu tinha outra marca em casa), se tivesse feito isso, ou aquilo.
    O domingueiro mandou um email hj, se explicando…
    dizendo que gostou muito, não foi como esperavamos, que a camisinha incomoda, e é apertada, e que caso eu tivesse deixado rolar sem, ele saberia se controlar e não teria o risco de ele gozar dentro.
    Isso é explicação??? Ou justificativa de algo? Eu não sei do passado dele, ele não sabe do meu, e mesmo que todos andassem com testes no bolso da calça, ainda tem algo chamado “janela imunológica”, não existe previsão de doenças. Existem as doenças e ponto.
    É uma pena que eu não siga isso no oral, sem que é um problema, e maior ainda, se a gente parar pra pensar…
    são tantas pessoas fazendo sexo oral sem proteção, que estamos mais expostos do que imaginamos.
    Tentarei camisinha no oral com o próximo, e veremos no que dá.
    Valeu Letícia, mais uma vez, vc arrasa.
    Apoio o outro comentário, um post só sobre oralxcamisinha, viria a calhar.

    Bjão

  35. Também tinha um problema sério com alergias até encontrar o que funcionasse comigo. Só faço sexo oral com camisinha. Não é a mesma coisa mas gosto demais de não ter doenças para ficar me arriscando. Ter saúde também é um prazer :)

    Letícia, mudanças no blog, mudanças na vida… é isso aí. Gosto de poder comentar os comentários, fica mais organizado. Os temas estão bem interessantes. Parabéns.

  36. Muito bom Letícia! Li não só o post mas todos os comentários!
    É incrível a cara de pau de alguns homens tem com aquele papinho mais velho que a pedra…não te preocupa, na hora de gozar eu tiro! Eu só olha e digo e as doenças cara pálida (ou não tão pálida né…depende o dia…hehehe)
    Mas já me aconteceu do cara não transar pq eu fiz questão da camisinha!
    Socorro! Peguei minha bolsa e dei uma pssa fora no catiço!
    Não tem justificativa para um comportamento desses!

  37. Também curto as ultra finas. Acho a UNIQUE ótima nesse quesito, realmente é bem mais fina e a qualidade não deixa a desejar. Já estourou comigo uma normal de uma marca bem famosinha e eu quase tive um ataque cardíaco, uma situação super chata!

  38. Letícia, seu blog é d +, ele vicia . Não consigo deixar de dá uma espiadinha enquanto navego. Acabei parando aqui pela falta de criatividade de um outro blog, eu com minha pequena “grande” curiosidade, resolvi tirar a limpo e adoreiiiiiii seu blog. Parabéns.

  39. Acho horrível as camisinhas com aromas. Não gosto também da sensitive. A que mais gosto é a com textura (bolinhas na camisinha). Mas confesso, ainda prefiro aquela preta básica da Jontex!
    Beijos Lê!

  40. Oi, lindona!!!! Sou paranóica por camisinha!!!! Até quando o relacionamento está mais sério. Posso até usar outro método anticoncepcional, mas a camisinha sempre está lá. Francamente, não espero fidelidade de ninguém em relacionamento, portanto, sempre uso. Só estou tendo um probleminha: gosto da Olla Large (sem comercial da marca, OK!!!!) e não encontro para comprar o pacote econômico, o que é um problema por conta do custo benefício.Mas, continuarei procurando. Beijinhos.

      • Me faz inveja!!!! Sério!!!! Já procurei em todas as farmácias aqui em Brasília e não acho!!!! Vc sabe se encontro pela internet? Ou quer mandar para mim daí onde o mundo existe???? Morar no fim do mundo é foda!!!!! E vc ainda tira onda da minha cara!!!! KKKKK!!!! Vou te contar…. Tá me fala onde encontro. Pode mandar pro e-mail cadastrado. Ele existe!!!!! Beijinho, minha linda!!!!

        • Lindona, pensei tb que vc poderia me indicar outras. Gosto da Olla pq das marcas q usei, essa nunca me deixou na mão. Mas, se vc tem uma large de confiança, pode me apresentar a ela!!!! Aproveita e me mata de invejinha mais um pouco!!!! KKKK!!!! Beijinho!!!!

          • Le, nem te conto. Estava eu hj a perambular pela farmácia e eis que chega um carregamento de Ollas Large pacote econômico!!!! Pensei em vc na hr!!! “Po, minha amiga cyber não só é fofa como me deu sorte!!!”. Aí, comprei um estoque, afinal, sem camisinha não dá para dá, né!!!! Beijo, lindona!!!!
            PS: Te perdôo pela invejinha!!!! <3

  41. Oi, Lê, adorei o post!
    Eu ficava com um cara que SEMPRE tirava na hora de gozar, mesmo com camisinha. Ele fazia isso porque uma vez a camisinha estourou com a ex. Aí, pra não diminuir o prazer, ele tirava e gozava em cima de mim. E por saber que ele iria conseguir tirar na hora mesmo, a gente acabou fazendo umas sem camisinha. Não costumo ter problemas com camisinhas, mas adoro fazer sem, é tão melhor. Não sei se foi ou não pela falta dela, mas acabei ficando com candidíase, e foi um saco. Eu tento sempre usar camisinha, mas às vezes é tão irresistível =/
    Outra coisa: todo mundo falando de sexo oral com camisinha ou não. Mas, e o oral que o homem faz na mulher? Tem quem faça com camisinha? As chances de pegar doenças não são as mesmas?

    Adoro muito seu blog, adorei muito o novo layout e essas pin-ups graciosas =D

  42. Olá boa noite! Ou seria bom dia deixa pra lá. E impresão minha ou alguns comentarios estao desordenados? Será que estão assim porque você desabilitou as respostas nos comentários?

  43. Olha, eu tive um namorado por 3 anos
    e depois de um ano começamos a transar sem camisinha
    adivinha.. peguei herpes do cara
    Que inferno!!
    Já estou casada a mame esis de 5 anos e tenho que cuidar para não passar herpes para meu marido. Ele nunca reclamou, mas quando estesso, vem o tal de herpes e preciso ficar uma semana sem dar.
    Que merda!!!
    Podia ser pior, Aids.

  44. Interessante este post. Eu particularmente – que sou alergica a todas as substâncias da face da terra, estejam elas no ar, no estômago ou em contato com minha pele rss – já tive algumas reações alérgicas com preservativo realmente.
    Na época que percebi o incomodo (ardência forte logo depois do sexo, uma sensação de inchaço na região) comecei a tomar anti-concepcional (como tava namorando, era mais prático). Não sentia sempre, então suspeito mais que seja ao lubrificante mesmo, que pode variar de cada marca.
    Como meu namoro é RA nosso acordo foi de que, obviamente, com outras pessoas usariamos camisinha. Usei algumas sem problemas, mas ainda não me liguei em conferir direitinho ao que eu sou alergica pra evitar. Este seu post me lembrará de fazer uns testes heheh ;)

  45. gente, li ali em cima que hpv em homens é assintomático. nem sempre. existem vários tipos de hpv. VÁRIOS. inclusive, por conta disso, como a vacina que tem sido usada não é brasileira, ela pode não proteger contra os tipos de hpv mais comuns no brasil. estima-se que uns 70% da população sexualmente ativa já tenha entrado em contato com o vírus. muita gente elimina o vírus ou o vírus fica lá quietinho e nunca se manifesta. no homem, o vírus pode se instalar na parte externa ou interna, dentro da uretra. e aí realmente não há como se saber se o cara tem ou não a doença. por mais que os adolescentes estejam sendo vacinados atualmente, é muito importante que usem camisinha, sim! como falei, são vários tipos de vírus, vários mesmo. aliás, os que causam verrugas são os menos graves. os que causam feridas no colo do útero são os que podem dar câncer. uma amiga não pode mais ter filho por causa de um hpv que foi descoberto tardiamente. e nem falo em câncer de boca, de garganta… meu ginecologista me conta cada caso horrível. portanto, é com camisinha ou nada de sexo. sinto muito.

    • só mais uma coisa: o exame que vê se o cara tem (mulher tbem) hpv se chama captura híbrida. eles colhem o material pela uretra do cara até a bexiga. na mulher, colhem do colo do útero.

  46. Eu acho que não adianta espernear ou lamentar; com o avanço científico muitas enfermidades antes desconhecidas, hoje são familiares. São as famosas DSTs. Apesar de nada ter a ver com enfermidades a gravidez tornou-se um empecilho na vida das mulheres que a cada dia conquistam o mercado de trabalho; afinal o mundo mudou e está mudando!Pra terminar só nos resta usar preservativos, masculino ou feminino; é uma boa parceria! Afinal vale a pena usa-la ao invés de arriscar a saúde! A questão não é se gosta ou não; o fato é usar e usar! Tenho dito!!!

  47. Olá!! Adoro seu blog! E hoje resolvi comentar pra tirar uma dúvida: existe camisinha mais larga (tipo a large da olla) que tenha mais diversidade de textura?? Meu namorado reclama q as outras apertam, então ele só usa essa.. só que gostaríamos de experimentar outras, mas que provavelmente irão apertar.. tem alguma sugestão?!
    Obrigadaaa, beijos!

  48. Não li todos os comentários, mas não vi ninguém comentando sobre a camisinha que eu mais gosto. É a roxinha, que é distribuída de graça pelo governo. Confesso que não usei muitos tipos de camisinha, meu namorado prefere a Olla comum, com o primeiro cara que transei ele usou uma Jontex comum também que eu não gostei, achei pouco lubrificada. E meu parceiro e eu já usamos uma prudence sabor morango (gostei do sabor, inclusive) que me ardeu até. Acho que não me dei bem com o lubrificante. Mas a roxinha, não sei, sempre que a gente usa ela, eu sinto muito mais tesão. Não sei se ela é mais fina, ou sei lá. Só sei que gosto muito dela. Principalmente por ela ser de graça. hahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>